20
set

A mão de obra que o Ceará precisa.

publicado no Caderno 5

Especialistas em inserção profissional destacam que, apesar de existirem diferenças salariais entre os formados em nível técnico e os graduados em nível superior, o volume de contratações dos técnicos é maior, e vem crescendo a cada ano. 

Para o diretor do SENAI-SESI, Francisco das Chagas Magalhães, os cursos técnicos servem para a rápida colocação. Graduados, funcionários e desempregados, todos podem qualificar-se.

      Segundo Francisco das Chagas Magalhães, diretor Regional do Senai⁄Sesi, é fundamental que o jovem veja o ensino técnico como a entrada da a sua carreira. O próprio Governo Federal vem impulsionando a qualificação técnica e profissional, como o demonstra o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que articula a expansão dos institutos federais de educação profissional e tecnológica.

      O diretor brinda outras informações sobre a atual demanda de trabalho na Terra da Luz. “Precisamos focar na formação de técnicos, principalmente, nas áreas de construção civil, metalmecânica, eletroeletrônica, alimentos e bebidas, confecção e vestuário, têxtil, e muitas outras”, ressalta Magalhães.

PRIMEIRO PASSO

          Sobre os primeiros passos para desenvolver uma profissão, Francisco explica: “É essencial encontrar a real vocação e segui-la. A formação técnica é certamente uma das principais portas de entrada para o mercado de trabalho, ensejando uma carreira promissora para jovens e adultos. Recomendamos procurar qualificação nas redes privadas e públicas de educação profissional, e nos sistemas S”, ressalta. O SENAI possui sete Centros de Formação Profissional que ofertam cursos técnicos em Fortaleza, Juazeiro e Maracanaú. Em julho de 2012 foi inaugurado o Centro do SENAI em Sobral, em atual processo de estruturação de novos cursos para a região.

           Para aqueles em atual procura de emprego, Francisco das Chagas recomenda pesquisar profundamente, e se preparar. “É importante conhecer o mercado e suas tendências, focar na profissão que se deseja seguir, investir na formação e manter-se atualizado com relação às novas tecnologias”, esclarece. É evidente que todos os tipos de trabalhadores, inseridos no mercado ou não, têm muito a fazer.

          A Pesquisa de Acompanhamento de Egressos realizado pelo Senai de forma sistemática, indica que nos últimos dois anos, os cursos mais procurados e que apresentam as maiores taxas de procura no mercado de trabalho, são os de técnico em vestuário, em eletrotécnica e eletromecânica. A instituição considera que as qualificações descritas estão alinhadas com as tendências do mercado, e possuem uma taxa de ocupação significativa.

SERVIÇO:
SENAI:
Site: http://www.senai-ce.org.br . Tel.: (85) 3421.5300.