04
out

Atualização dos mercados, para elevar o Ceará.

publicado no Caderno 7

    O Centro de Eventos do Ceará (CEC) representa uma renovação e um fôlego novo para os segmentos de turismo e negócios.

“Procurar pessoal qualificado e investir no aperfeiçoamento dos funcionários é importante para o fortalecimento das empresas e dos profissionais” – Circe Jane da Ponte.

    O Estado contava com o Centro de Convenções, que já estava insuficiente para a necessidade de expansão que esses mercados têm no Ceará e no Brasil. O novo equipamento ajudará a articular produções mais representativas para a atual cadeia produtiva dos espetáculos. Essa avaliação é feita pela presidente do Sindieventos, Circe Jane da Ponte.

    O Sindieventos é uma entidade formada por empresas do ramo para planejar e produzir eventos de grande porte. Ao longo dos anos perdemos muitos eventos e, principalmente, feiras nacionais e internacionais, por falta de uma estrutura adequada no Estado. Mesmo aqueles encontros que tiveram origem no Ceará não eram mais realizados aqui. Agora, estamos otimistas com o novo equipamento”, destaca Circe Jane.

    A inclusão de eventos tradicionais e de nível internacional gera negócios que surgem a partir de cada produção no CEC. “Toda a cadeia produtiva ganha: são 54 elos de atuação envolvidos. Alguns deles são os setores de transportes, hotelaria, gastronomia e empresas que locam equipamentos para eventos, o pessoal de promoção e organização, enfim, todos os segmentos que atuam nessa área com certeza vão ganhar”, enfatiza a presidente.

EMPRESAS E EMPREENDEDORES

    Com o CEC em pleno funcionamento, novas atividades e novos postos de trabalho serão criados direta e indiretamente com a programação do equipamento. Circe Jane enumera algumas das novas vagas: “Haverá oportunidades de emprego para recepcionistas, seguranças, pessoal que atua em gráfica e entende de criação, também para a área de comunicação e assessoria de imprensa, técnicos de eventos, pessoas que fornecem serviço de buffet, decoração e muito mais”.

    Neste contexto, é primordial que as empresas que se inserem nesse mercado particular oficializem seu registro no Cadastro Único vinculado à Embratur – Ministério do Turismo. “São aproximadamente 300 empresas que atuam na promoção de eventos em todo o Ceará. A expectativa é que exista um crescimento de 30% no número de companhias que apostam nesse mercado, durante os próximos dois anos. Portanto, a qualificação profissional constante pode render bons frutos no mercado de trabalho para aquelas pessoas que procuram destaque”, aconselha a presidente do Sindieventos cearense.

Maiores Informações:
Sindieventos-CE: Tel: 
(85) 3258.3100. E-mail: sindieventosce@gmail.com .