20
set

Especialista em natureza: o técnico ambiental.

publicado no Caderno 5

                Pesquisas recentes indicam que 94% dos brasileiros estão preocupados com o meio ambiente.

Os técnicos ambientais terão um panorama de trabalho cada dia maior, com a implantação de políticas e normas de preservação e sustentabilidade nos setores público e privado.

                    No Brasil, o porcentual de pessoas que se dizem preocupadas aumentou de 80% em 2010 para 94%, em 2011. A inquietação com agressões ambientais está no discurso de companhias nacionais e estrangeiras. Muitas delas afrontam esta causa, incorporando políticas de supervisão ambiental e controle de riscos e impactos. Seja na fase de implantação do empreendimento; ou de manejo sustentável dos espaços; ou na manutenção da aplicação das normas que garantem o compromisso com os ecossistemas.

                  Indústrias brasileiras investem com intensidade em recursos renováveis e programas de sustentabilidade, valorizando o cuidado pela natureza. Com a abertura de novos departamentos de trabalho para esses quesitos, crescem as oportunidades para técnicos ambientalistas. As Escolas de Educação Profissional disponibilizaram formações técnicas focadas na conservação ambiental, bem como na recuperação equilibrada de recursos e materiais.


UM MEIO PARA O AMBIENTE

               O curso técnico em meio ambiente tem o intuito de capacitar profissionais que relacionem os elementos dos meios físicos, naturais e socioculturais. Através de tecnologias adequadas e em consonância com a legislação pertinente, o profissional ambientalista participa de atividades de gestão, educação e conservação dentro dos processos produtivos. Durante o curso se praticam atividades de pesquisa, estudos de casos, vivência em laboratórios, simulações e visitas técnicas. O objetivo é tornar os técnicos em agentes de resolução de conflitos, criando novas tecnologias sustentáveis.

CONTRIBUIÇÃO ECOLÓGICA

                   Atualmente, o mercado de trabalho oferece vagas de empregos em instituições públicas e privadas, além do terceiro setor; em estações de tratamento de resíduos e unidades de conservação ambiental. Devido a que a intenção das EEEP é disponibilizar capacitações dirigidas para o desenvolvimento regional de cada unidade, se oferece o curso técnico em meio ambiente, por exemplo, na microrregião de Ibiapaba. São oito municípios os que contam com qualificação para os supervisores de ambientes. Entretanto, esse curso técnico está disponível em várias outras academias do terceiro setor e privadas. Uma carreira promissora.

SERVIÇO:
SEDUC-CE. Escolas Profissionais do Ceará. Tel.: (85) 3101.3972. E-mail: contato@seduc.ce.gov.br.