23
ago

Estágio e primeiro emprego.

publicado no Caderno 1.

A inserção no mercado de trabalho demanda um forte auto-conhecimento.

Pegue algumas folhas de papel, procure um lugar tranquilo e escreva. Comece enumerando suas habilidades e objetivos de vida. A partir daí veja quais áreas de trabalho podem ser as ideais para seu perfil. Informe-se sobre elas pela Internet, televisão, jornais impressos e revistas especializadas. Hoje existem publicações sobre praticamente tudo. Muitas são focalizadas no mercado de trabalho. Por isso vá as bancas, grandes livrarias e bibliotecas. Seus professores também são uma boa fonte de informação, além dos livros.

Jovens estagiários cearenses já se inserem em áreas como a informática e as novas tecnologias.

   O iniciante precisa traçar um plano de estudo para potencializar suas habilidades. Observe hábitos, maneiras e até o modo de vestir dos funcionários já empregados. E prepare-se para mudar hábitos fortes dentro de você, ao mesmo tempo que procura pelas empresas certas. Para mudar sua vida, você terá que, literalmente, mudar boa parte da sua vida.

COM HUMILDADE

   Aprimore-se para dizer que você precisa de uma chance para ganhar seus primeiros ingressos. Mas saiba que as companhias contratam porque elas criam um interesse nesse alguém. As empresas são como pessoas. Elas, como entidades, querem um trabalhador que seja útil para elas, com capacidades e disposto a aprender. Ser criativo e ter bom relacionamento com as pessoas se torna fundamental também. Cada firma deseja que o trabalhador some, multiplique e contribua continuamente com o objetivo de toda corporação: dar resultado, trazer lucros! Na prática, o que interessa é se o funcionário pode ser produtivo.

   Portanto, foque a sua pretensão e pratique a auto-motivação. Esta última é, principalmente, disposição permanente para aprender. Atualmente, é considerada a chave para o sucesso profissional, já que as empresas querem sua energia de trabalho. Demonstre que você a possui. Se a companhia sabe que você pretende evoluir, ela vai investir no seu crescimento. Assim, as chances de conquistar seu primeiro estágio aumentam consideravelmente.

AUTOCONFIANÇA

   Não esqueça de relatar ao entrevistador sua vida acadêmica. Apresentar uma carreira participativa é vantajoso para ganhar experiências práticas fora da sala de aula. Exponha suas características pessoais. Indique se você sabe resolver desafios, se é bom em negociações, e se pratica os hábitos da leitura e pesquisa, por melhoras profissionais. Tudo isto é bem relevante.