Caderno 6 - Turismo: mercado aquecido

23 agosto

Referência Cearense: hotelaria – Consolidação

No mesmo espaço de tempo, o fluxo internacional subiu de 268.124 para 278.523 turistas, apresentando uma variação de 3,9%.

IP - Fascículo 06 - 04_08_16_Página_10

A Secretaria do Turismo do Estado (Setur) vem realizando a implantação de uma política setorial voltada à consolidação do Ceará como um destino turístico de referência, por meio da qualificação de espaços e de pessoas, visando atenuar a sazonalidade da demanda turística, a redução de ociosidade temporária de equipamentos turísticos, principalmente na rede hoteleira, e a oscilação do emprego e da mão de obra.

De acordo com dados da Setur, o Turismo no Ceará cresceu significativamente nos últimos anos, contribuindo para a geração de emprego e a melhoria do nível de renda da população. No período 2006/2015, o fluxo turístico via Fortaleza saltou de 2.062.493 para 3.343.815 visitantes – uma variação de 62,1%, ou seja, crescendo na base de 5,5% ao ano. No mesmo espaço de tempo, o fluxo internacional subiu de 268.124 para 278.523 turistas, apresentando uma variação de 3,9%. Atualmente, o Aeroporto Internacional Pinto Martins conta com sete voos internacionais para os principais mercados emissores internacionais, por meio de empresas como a TAP (para Lisboa), TACV (para Cabo Verde, com escalas para Paris e Amsterdã), TAM (Miami), Meridiana (Milão), Condor (Frankfurt), GOL (Buenos) e Avianca (Bogotá).

O nível de empregos nos setores produtores de bens e serviços de consumo nas principais atividades características do turismo no Estado cresceu 115,7% no período, com uma média anual de 8,9%. A participação da renda gerada pelo turismo no Produto Interno Bruto (PIB) passou de 9,4% para 11,4%.

 

CAPACIDADE

A oferta hoteleira do Ceará é de 1.316 estabelecimentos (hotéis, resorts, pousadas, flats e albergues), com 32.752 apartamentos e 81.819 leitos. Fortaleza é o município que concentra a maior oferta hoteleira do Estado, com 235 estabelecimentos, 11.788 apartamentos e 29.384 leitos. Em média, o setor de alojamento no Ceará fechou 2015 com aproximadamente 12 mil pessoas. Mesmo sem dados oficiais sobre a geração de emprego na hotelaria do Ceará, os dados divulgados por Elizeu Barros Jr., Presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – Ceará (ABIH-CE), baseado apenas nos associados da entidade, confirmam o poder empregador do setor hoteleiro. Os 60 hotéis associados geram, em média, 6 mil empregos diretos e 16 mil indiretos. O Presidente da ABIH-CE garante que a procura de profissionais para as funções de governança, gerente de alimentos e bebidas, reservas e recepcionista é uma constante pelos associados.

Para Manoel Cardoso Linhares, Presidente do Sindicato dos Hotéis do Ceará (Sindihotéis Ceará) e Vice-Presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e  alimentação (FBHA), “o Estado do Ceará nunca está parado na área hoteleira. A cada ano, novos hotéis e meios de hospedagem são construídos em diversas cidades do Estado. Só em Fortaleza, nesse último ano, foram cinco empreendimentos novos abertos. Mais dois estão em construção. Juntos geram mais de 500 novos postos de trabalho”, informa Linhares.

O dirigente do Sindihotéis Ceará lembra, para os jovens interessados em ingressar nessa área, que eles podem escolher dentre várias áreas, como gerência geral, administração, finanças, marketing, publicidade e relações públicas, vendas, alimentos e bebidas, cozinha, governança, manutenção, reservas, recepção, segurança, departamento pessoal, eventos e recreação. Porém, Manoel Linhares avisa que, para se trabalhar na hotelaria, é preciso ter conhecimentos em administração e economia, fluência em outros idiomas, habilidade e, principalmente, “gostar de lidar com as pessoas, ser paciente, ter capacidade de tomar decisões, estar sempre externando muita simpatia, ter disponibilidade de horários e sempre lembrar que trabalha enquanto as pessoas se divertem”, ressalta.

 

DESTAQUE DE NÚMEROS

 

  • 3.343.815 visitantes chegaram ao Ceará, em 2015, via Fortaleza
  • 1.316 estabelecimentos possui a hotelaria do Ceará
  • 81.819 leitos são ofertados pela rede hoteleira do Estado
  • Fontes: Setur e ABIH-CE