Perguntas Frequentes

Como iniciar o aperfeiçoamento da carreira?

- Como são os cursos profissionalizantes e o que se apreende neles?

Os cursos profissionalizantes são ensinamentos que ajudam na colocação mais garantida no mercado de trabalho, em áreas que ainda sentem falta de profissionais capacitados. As áreas de formação destes cursos são variadas, e geralmente surgem das demandas dos diferentes setores produtivos. Atualmente, algumas empresas solicitam como fator fundamental o candidato ter passado pelo curso técnico respectivo.

Estas capacitações técnicas costumam ter uma duração menor. Estão mais focados na prática, do que na teoria das faculdades. Alguns inclusive são totalmente práticos por seguirem o objetivo primordial de produzir mão de obra.

Geralmente os cursos técnicos se localizam entre o ensino médio e o ensino superior. Especialistas afirmam que eles podem ser cursados durante ou após a conclusão do ensino médio, se naquele momento não exista um interesse em seguir o caminho do ensino superior.
No Brasil, o ensino técnico está dividido em três categorias básicas:
* Curso Técnico Integrado.

Substitui parcialmente o ensino médio e pode ser iniciado logo após a conclusão do ensino fundamental. É a maneira mais simples de aprender uma profissão, apesar de ser considerada a formação mais elementar.

* Curso Técnico Externo.

Depois que o aluno tem concluído o primeiro ano do ensino médio, pode fazer o curso técnico em forma paralela. A vantagem é que o aluno termina o ensino médio com uma profissão garantida e pronto para trabalhar.
* Curso Técnico Profissionalizante.

É uma opção para quem já concluiu o ensino médio e quer entrar rapidamente no mercado de trabalho. Pode substituir o ensino superior ou ser feito em paralelo a faculdade.  Embora tenha a vantagem de durar menos tempo, tem a desvantagem de representar uma formação mais simples em relação à universidade.

COMO INGRESSAR

Mas não pense que é fácil estudar em uma escola como essa. Ser selecionado para estudar requer muito estudo, mesmo antes de ingressar. “O acesso do aluno a escola é feito através de uma seleção que analise o currículo escolar dele, antes de ingressar no ensino médio”, afirma Aurilene Vasconcelos, diretora da EPP Paulo Petrola. Lá são ofertadas 120 novas vagas por ano, 40 para cada um dos três cursos: turismo, enfermagem e informática. E, segundo a diretora da escola, este ano foram mais de 300 inscritos.

Quando entra, o aluno deverá passar três anos (período equivalente ao primeiro, segundo e terceiro anos do ensino médio) estudando e sendo preparado para um dos cursos ofertados na escola, à escolha dele logo quando se matrícula no primeiro ano.

Para evitar que o aluno opte por uma área que depois venha a se arrepender, a escola organiza uma palestra de orientação. “E não é só para o aluno. Chamamos os pais para que assistam, porque muito da escolha do que o aluno vai ser tem influência dos pais e, às vezes, nem eles mesmos sabem o que é a profissão. Escolhem porque acham o nome bonito, ou pelo que conhecem por aí”, diz Aurilene.

Depois de matriculado, o aluno tem o primeiro semestre letivo para poder mudar de curso técnico, caso queira. Neste período ele tem as primeiras aulas teóricas, onde os professores apresentam conceitos básicos de cada curso. Depois do primeiro semestre o aluno não pode mais mudar de curso, afinal ele precisa desse tempo para poder se preparar para entrar no mercado de trabalho.

Durante o segundo ano ele passa a ter aulas práticas dentro dos laboratórios equipados para cada curso. Lá eles aprendem as técnicas e como aplicá-las na prática, no mercado de trabalho. E é no terceiro ano que os alunos enfrentam, muitas vezes pela primeira vez, o mercado real. Após estágio dentro da própria escola, os alunos são encaminhados no último semestre a empresas que tem convênio com o governo do estado para um estágio obrigatório.

Para que sirve um curso de secretariado?

Secretariado – um curso técnico.
Ana Karolina de Brito, aos 15 anos, está escrevendo uma nova história de vida. Ela é aluna do curso técnico em secretariado em Maracanaú. Um ano antes de entrar na escola profissionalizante, a jovem teve que se dedicar mais aos estudos e tirar boas notas. “Não vou mentir, não sabia nem que existia o curso pra isso. Meu contato com a profissão eram apenas as brincadeiras de criança, que a gente finge ser secretária. Então achava que era apenas um ‘bom dia’ ou então servir café”, diz Karol, como é chamada pelos amigos e professores da escola. “Mas ao entrar no curso, descobri primeiro que podia me preparar pra ser secretária, e que a profissão é muito mais do que isso, aí e me apaixonei”, afirma.

E a estudante está correta ao dizer que o técnico em secretariado é completamente diferente da figura que ela conhecia. Este profissional trabalha em empresas nacionais ou multinacionais, dando apoio técnico e planejamento ao setor, no que diz respeito à organização de trabalho e agenda de compromissos. Também cabe a ele repassar informações importantes discutidas, por exemplo, em uma reunião, e documentar o assunto.

A jornada de Karol e mais 39 colegas de turma começa todos os dias às 7 horas, e só termina quase às 17 horas. Na grade curricular, a escola concilia as disciplinas regulares do ensino médio com as aulas do curso técnico.

A oferta do curso foi escolhida por meio de um processo que avalia a vocação profissional da área. Em Maracanaú, grande parte dos empregos está voltada para o conjunto industrial instalado no município, por isso a escola recebeu cursos que garantem formação com maior absorção do mercado de trabalho na área. “É uma garantia a mais de que o aluno, ao sair da escola, terá uma chance melhor de ingressar no mercado de trabalho e, quem sabe, mudar a realidade de vida dele”, diz o coordenador pedagógico, Valmir Guimarães.

Mas esse futuro, para Karol, ainda não está traçado. A jovem, que já sonhou em ser bióloga, agora começa a pensar em novas possibilidades, como um curso superior daqui a dois anos e meio. “Não gosto de pensar muito no futuro. Prefiro tomar minhas decisões agora, ver o que quero fazer, para escolher certo. Já quis biologia, hoje não sei mais, já que outros cursos estão aparecendo. Uma coisa é certa, secretariado pode ser uma possibilidade para mim e, com certeza, é a garantia de entrada no mercado de trabalho. Quando eu terminar o cursos terei, além do ensino médio, uma profissão bem definida”, diz a aluna.

O TÉCNICO NA ÁREA

Trabalha com gestão empresarial, excelência no atendimento, processos administrativos, gerenciamento da informação e organização de eventos. Atua em empresas nacionais e internacionais, em diferentes segmentos da economia, assessorando setores e pessoas, visando atender aos objetivos e estratégias da organização.

- Como aproveitar a Internet para capacitar-se e buscar trabalho?

A rede virtual é uma notável ferramenta para procurar de emprego, porém deve ser utilizada com cuidado. Existem sites especializados de melhor proveito do que as redes sociais.Redes Sociais.www.linkedin.com/  www.facebook.org  /  www.twitter.org.

Se pretender utilizar a internet ou as redes sociais na procura por um emprego, atenção! Expertos em mídias sociais recomendam usar o LinkedIn ou o Twitter. Essas duas redes são conhecidas por aproximar profissionais. O Facebook pode ser aproveitado se você já conhecer a pessoa que será seu contato para a oportunidade desejada.

Adicionar no Facebook alguém desconhecido por interesses profissionais pode ser uma estratégia de risco, já que a maioria dos usuários utiliza essa rede para ampliar o leque de endereços pessoais, postando materiais informais e até íntimos. Portanto, prefira sempre o LinkedIn ou o Twitter se o assunto é trabalho.

Google
www.google.com.br

É o maior diretório de buscas da rede. E cresce mais a cada dia, havendo anexado o Orkut e o  sistema de comunicação Skype. Buscar trabalho no  Google pode ser positivo, se as buscas se dirigem à área do seu interesse. Procure por “Mais ajuda de pesquisa” no Google, e aprenda como utilizar recursos de consultas para gerar filtros de conteúdo, e assim encontrar o que realmente lhe interessa. Você poderá localizar tutoriais, artigos e publicações digitais que ajudem o seu aprendizado. As principais agências de emprego utilizam estratégias de posicionamento no Google, oferecendo o cadastramento de currículos através da rede.
Apreenda a utilizar os caracteres especiais e os signos para focar sua busca de trabalho.
International Center for Journalists – ICFJ.

http://www.icfj.org/

Uma entidade autônoma que oferece capacitação em tecnologias, investigações, pesquisas, desenho e comunicação. Ao mesmo tempo a instituição desenvolve programas de treinamento para países de Ásia, África e América Latina principalmente, contando com um bando de vagas de emprego, abertopermanentemente. No Brasil, sua entidade filiada se encontra em São Paulo, mas as capacitações são cursadas totalmente através da internet. Lembre que para buscar trabalho, é fundamental se comunicar de forma efetiva.

Peer 2 Peer University

www.p2pu.org

A Peer 2 Peer University é  um programa internacional de educação aberta, que oferece diversos cursos online utilizando a internet e conteúdo livre. Boa parte dos cursos está disponibilizada em inglês e espanhol, mas vale ficar atento à programação do site, que já ofertou treinamentos em português nas áreas de Hacking e Cidadania, e Redes Digitais.
Centro Knight para o Jornlaismo nas Américas

www.knightcenter.utexas.edu/pt-br

Uma verdadeira escola de jornalismo cívico na internet. Parte das atividades de extensão da Universidade do Texas, em Austin, Estados Unidos, o Centro Knight oferece treinamentos em mídias digitais, investigação e comunicação cidadã, para o jornalismo latino-americano. Os cursos têm um processo de seleção específico para jornalistas e especialistas em comunicação. Assim mesmo, qualquer pessoa interessada em comunicação digital pode usufruir do conteúdo do site, que inclui notícias sobre o assunto e e-books gratuitos, em inglês, espanhol e português.
iMasters Pro
www.pro.imasters.com.br

O Site iMasters é uma conhecida página sobre novas tecnologias em comunicação e informação. Desde há mais de um ano, iMasters oferecer eventos e treinamentos online através do programa iMasters Pro. Os cursos abordam programação, rede, desenvolvimento e conteúdo web, com um preço acessível. Uma das capacitações em destaque é a de Técnicas de Produção e Estratégias de Conteúdo Digital. O valor da inscrição ronda os R$ 80,00. 

- Como se deve elaborar um bom curriculum vitae?

Para confeccionar este documento é preciso ter objetividade e clareza. Se debem incorporar informações reais ordenadas e organizadas, anexado fotos só se elas forem solicitadas.

Como elaborar o curriculum vitae.

  • Prefira qualidade e não quantidade. Seu currículo deve ter uma ou duas páginas, no máximo;
  • Não coloque números de documentos (RG, CPF, PIS ou Passaporte);
  • Não é preciso descrever características da sua personalidade. Elas serão analisadas depois, quando chegar à entrevista de emprego.
  • Evite incluir experiências que não contribuem com a vaga que você procura, ou deixe estas para o final do documento;
  • Só coloque foto se forem  pedidas;
  • Revise o que está escrito quantas vezes considerar necessário. Assim, evitam-se erros gramaticais ou de digitação;
  • Tenha paciência. Depois de enviar um currículo, a mania de entrar em contato exaustivamente para obter um retorno pode prejudicá-lo ao invés de ajudar. Se a empresa tiver interesse, vai comunicar-se com você.

- Qual é a melhor atitude para uma entrevista de emprego?

É recomendável que o candidato seja sincero e pontual. A apresentação visual e  organização dos seus documentos; currículo e carteira de trabalho, também contam.

Postura recomendada para a entrevista de emprego.

Antes de ficar frente a frente com o recrutador tenha em mente a importância de evitar alguns erros que podem acabar com suas chances na entrevista.

* Atrasos ou ausências;
* Falta de atenção. Cuidado com o celular (só atenda se for extremamente necessário);
* Falar mal da sua empresa anterior, inclusive do ex-chefe;
* Usar linguagem coloquial, erros de português e gírias informais podem comprometê-lo;
* Nunca diga mentiras; pode apostar que elas são facilmente descobertas;
* Não saber nada sobre a empresa antes da entrevista pode parecer falta de interesse. Portanto, é necessário pesquisar antes do encontro.

- Como regularizar a carteira de trabalho?

Para entrar no mercado de trabalho é preciso providenciar a Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS, havendo obtido previamente o número de PIS que é gerado nas agências da Caixa Econômica Federal.

Carteira de Trabalho e Previdência Social.

Onde tirar.

Unidades de Atendimento do SINE/IDT, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego – SRTE, Casa do Cidadão e Prefeituras Municipais.

O que se necessita.

1 foto 3 x 4 recente, com fundo branco; CPF (obrigatório), Certidão  de  Nascimento, Certidão  de  Casamento, se casado(a)  ou  Carteira  de  Identidade  (RG). Caso o interessado (a) já disponha dos demais documentos pessoais, como Habilitação e Título de Eleitor, levá-los para serem incluídos na CTPS.

CTPS para menores de 14 anos.

Além dos documentos descritos acima, é obrigatória a apresentação do mandato judicial com número, data e nome do juiz que o expediu.

Quanto Custa.

Gratuita.

Fonte: Instituto de Desenvolvimento do Trabalho

- Qual é a melhor escolha, um curso técnico rápido ou uma carreira superior?

A eleição depende inteiramente dos objetivos e da situação atual do trabalhador. O melhor é contar com a opinião de um especialista na área, para receber as orientações adequadas.
Mesmo assim, se você não tiver acesso à opinião de um profissional saiba que, basicamente, todo estudante conta com duas opções: ingressar num curso técnico ou afrontar um curso superior. Mas o que deve ser levado em consideração na hora da escolha de curso? Primeiro, fique certo que qualquer uma dessas duas opções tem vantagens e desvantagens.

CURSO TÉCNICO

* Recomendado para estudantes que buscam uma rápida colocação no mercado de trabalho.
* Os cursos têm duração média de dois anos.
* Alguns cursos são gratuitos por onde são firmadas parcerias com empresas.
* Os cursos mais procurados estão nas áreas da  civil, metalmecânica, elétrica, automação e logística.
* A maioria dos alunos é contratada antes de concluir o curso.

CURSO SUPERIOR

* Leva em média quatro anos para ser concluído.
* O diploma de nível superior tem mais peso no currículo.
* Os salários são maiores.
* É decisivo para a participação em concursos públicos.
* Permite fazer uma pós-graduação posteriormente.

A opção vai depender do seu objetivo profissional. O curso técnico pode significar uma entrada mais veloz no mercado de trabalho, mas também não inviabiliza seu caminho em direção ao ensino superior. Atualmente, os técnicos são cobiçados pelo mercado. Enquanto um formado que passou pela universidade conta com boas chances de colocar-se num cargo de chefia e consequentemente ganhar melhor retribuição. A escolha é sua, e o melhor é sempre pensar como um profissional honesto, reconhecendo as capacidades e desafios próprios.

Seguro-Desemprego.

A assistência temporária, conhecida como “seguro-desemprego”, pode ser requerida por todo trabalhador, desde que atendidos os requisitos legais.

Podem gozar desta ajuda financeira aqueles que foram dispensados sem justa causa; trabalhadores cujo contrato de trabalho foi suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação oferecido pelo empregador; por pescadores profissionais durante o período em que a pesca é proibida devido à procriação das espécies e por trabalhadores resgatados da condição análoga à de escravidão.

Esse benefício permite uma assistência financeira temporária. O valor varia de acordo com a faixa salarial, sendo pago em até cinco parcelas, conforme a situação do beneficiário.

O dinheiro pode ser retirado em qualquer agência da Caixa Econômica Federal, nos escritórios  Caixa Aqui (unidades da CEF de atendimento e pagamentos), nas Unidades Lotéricas ou nos terminais de autoatendimento. No caso do autoatendimento, as parcelas com centavos são pagas. O pagamento é efetuado exclusivamente com o uso do Cartão do Cidadão e sua respectiva senha cadastrada.

Se o beneficiário tiver conta na Caixa Econômica Federal, a parcela do seguro-desemprego será creditada automaticamente em sua conta, independentemente de sua autorização prévia.

O crédito em conta do Seguro-Desemprego só é efetuado para as modalidades Trabalhador Formal, Pescador Artesanal e Empregado Doméstico.

Quem tem direito?

A assistência financeira temporária será prestada ao trabalhador que:- Tiver sido dispensado sem justa causa;- Estiver desempregado, quando do requerimento do benefício;- Tiver recebido salários consecutivos, no período de 6 meses anteriores à data de demissão;- Tiver sido empregado de pessoa jurídica, por pelo menos 6 meses nos últimos 36 meses;- Não possuir renda própria para o seu sustento e de sua família;- Não estiver recebendo benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte ou auxílio-acidente.

Quando requerer?

O Trabalhador tem do 7º ao 120º dia após a data da demissão do emprego, para fazer o respectivo requerimento.

Onde requerer?

Nas DRT (Delegacia Regional do Trabalho), no SINE (Sistema Nacional de Emprego) ou nas agências credenciadas da Caixa Econômica Federal, no caso de trabalhador formal.

Como requerer?

O trabalhador deverá comparecer em um dos locais de sua preferência, com os seguintes documentos:- Comunicação de Dispensa – CD (via marrom) e Requerimento do Seguro;- Desemprego – SD (via verde);- Termo de rescisão do Contrato de Trabalho – TRCT;- Carteira de Trabalho;- Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento com Protocolo de requerimento da Carteira de Identidade,ou Carteira Nacional de Habilitação – CNH (modelo novo), dentro do prazo de validade, ou Passaporte, ou Certificado de Reservista.- Comprovante de inscrição no PIS/PASEP;- Documento de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprobatório dos depósitos;- Cadastro de Pessoa Física – CPF.- Comprovante dos 2 últimos contracheques ou recibos de pagamento para o trabalhador formal.